sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

SPORT: Diretor Rubro negro detona! “A arbitragem pensou em tudo!”

Certamente o Sport iria reclamar de dois pênaltis não marcados pelo árbitro Gleydson Leite no jogo contra o Náutico na Arena PE, mas não era de se esperar que alguém bastante exaltado fosse representar o clube para comentar o caso.

O vice-presidente jurídico Arnaldo Barros acusou seriamente o árbitro da partida, afirmando que todos os erros cometidos foram premeditados e que Gleydson foi orientado a errar contra o Sport. Quem estaria por trás disso tudo? assim ele respondeu.

“Eu não acredito que ele errou sem querer não, ele não marcou os pênaltis por que não quis, ou ele estava orientado para não marcar. Não foi nada ocasional, foi tudo pensado”.

“Estamos sendo prejudicados pela federação”, disse. E não para por aí não, Arnaldo também não deixou barato o fato do time rubro negro jogar em menos de 48 horas e ainda disse que a arbitragem pernambucana está contaminada por conta dos erros corriqueiros que estão acontecendo contra sua equipe.

“Entramos em campo demonstrando colaboração com o Estadual e vemos essa bagunça, isso é uma esculhambação e infelizmente o Sport tem que participar desse campeonato”.

“Esse senhor que soa o apito tomou flagrantemente o jogo do Sport. A arbitragem do Campeonato Pernambucano deste ano está sem crédito, estão todos contaminados. Hoje não tivemos uma arbitragem que errou para os dois lados, ela errou propositalmente para um lado só”, contou.

Agora, o que o Sport irá fazer é entrar com uma representação pedindo que Gleydson não apite mais jogos do Leão. “Vamos entrar com uma representação pedindo na federação pedindo que ele não apite mais os jogos do Sport”, confirmou.

Pensa que acabou? ainda tem mais… Sobrou até para um dos bandeirinhas da partida. Arnaldo mostrou que sabe bem de sua vida pessoal ao dizer que ele é de uma família de torcedores do Náutico, o que reforçaria a sua tese, de que o seu time foi prejudicado propositalmente.

“O bandeirinha que segurou o nosso time no segundo tempo é de uma família tradicional alvirrubra, isso explica. O Náutico foi beneficiado hoje, mas não tiro os méritos de sua vitória”, afirmou.

Lisca o…
Se acima as palavras de Arnaldo eram de acusações e insatisfação com o trio de arbitragem e quem coordena o campeonato, abaixo será de “compreensão” e respeito por uma pessoa que ele entende ser desequilibrada e que não pode ser levada a sério pelas atitudes que toma, assim é o pensamento de vice-jurídico referente ao técnico Lisca.

”Temos que ir com calma, eu sei que os inimputáveis gostam de usar de seu privilégio. É uma pessoa desequilibrada e não pode ser tratado normalmente, ele tem problemas e eu entendo isso”, falou.
Ao final, Arnaldo disse que vai tomar providências para que os seus atletas não caiam mais nas provocações adversárias. “. Vamos cuidar dos nossos jogadores para que essas confusões sejam evitadas. Agora, um comandante que provoca o adversário não pode pedir serenidade de seus atletas, ele é o exemplo para a equipe”, encerrou.

(Blog do torcedor)
Postar um comentário