terça-feira, 12 de março de 2013

Na maciota - Santa Cruz 2x0 Central.

Jogando na esperança de reverter a sua péssima situação no Campeonato Pernambucano, o Central Sport Club não deu trabalho e foi facilmente vencido pelo Santa Cruz por 2 a 0, na noite desta Segunda-Feira, 11, no estádio do Arruda. O jogo foi válido pela 5º rodada do segundo turno. Os gols da equipe da casa foram marcados por Jefferson Maranhense, ainda no primeiro tempo. O alvinegro agora é vice-lanterna, com apenas 4 (quatro) pontos conquistados.

O JOGO - A patativa foi fraca e quase inofensiva durante toda primeira etapa. Com os jogadores perdidos dentro de campo, a chance mais clara do glorioso esteve nos pés de André Nunes, aos 15 minutos. Tallys acerta um grande lançamento para Tavares, que ajeita de cabeça, e entrega para Nunes bater forte de primeira, obrigando Tiago Cardoso se esticar para fazer a defesa. Antes disso, apenas um chute de fora da área com Luiz Fernando, sem direção.

Por outro lado a equipe tricolor botou literalmente o Central na roda. Já aos 7 minutos a primeira grande chance. O volante Luciano Sorriso começa ensaiar o que faria durante toda primeira etapa, e acerta um grande passe para Danilo Santos. O atacante dar de casquinha e Dênis Marques conclui a jogada de voleio, por muito pouco não acertando o gol.

De tanto jogar mal e ter uma defesa lenta, o alvinegro sentiu aos 18 minutos. Luciano Sorriso lança para Jefferson Maranhão, e em quanto os zagueiros alvinegros tenta fazer a linha de impedimento, o meia fica cara á cara com Rodrigo. Dênis Marques que acompanhou o lance ao seu lado espera o passe, mas o atleta dá um toque sutil para tirar Rodrigão da jogada e marcar o primeiro gol.

A patativa responde aos 29 minutos. Em uma das poucas brechas do Santa Cruz, Tiago Araújo avança livre pelo setor direito de ataque e tenta o chute, sem sucesso. Com o Central errando bastante o passe, principalmente com o volante Cleber, o Santa se lançou mais ao jogo e em um desses lances, sofre uma falta no setor esquerdo.

Jefferson Maranhão levanta na área, a zaga alvinegra bate cabeça e Rodrigão sai mal. Resultado, a bola vai morrer nos fundos da rede do paredão alvinegro. Santa 2 a 0 Central. Aos 43 minutos o alvinegro ainda teve mais uma oportunidade. Tallys acerta outro belo lançamento para Tiago Araújo, mas o lateral da patativa novamente peca na finalização final.

Não podemos deixar de comentar a atitude covarde do técnico Ricardo Oliveira, que após o segundo gol tomado botou mais um zagueiro, com medo da goleada. Sim, isso mesmo! O próprio treinador informou este motivo da substituição ao fim do jogo.

SEGUNDO TEMPO - Voltando mais ousado depois do intervalo, e com o meia Jorge Luiz em campo, a patativa até que criou mais durante os 10 minutos iniciais. Sempre com Tallys tentando seus passes de longa distância, Tiago Araújo com arrancadas pelo setor direito, e Jorge Luiz do lado esquerdo de ataque tentando aprimorar o passe final.
O Santa demorou criar uma boa jogada, mas em um lance de inteligência de Dênis Marques, por pouco o tricolor não faz o terceiro. Após o atacante dar um corta luz, o atacante Danilo Santos seguiu com velocidade até ficar livre com Rodrigão. Tendo bastante espaço para o chute, o jogador preferiu o passe para Dênis, que foi interceptado no momento exato com a chegada do capitão alvinegro Ítalo.

O meia Jorge Luiz fez a patativa chegar aos 20 minutos. Após o volante tricolor Luciano Sorriso falhar no meio-campo, a bola cai nos pés de Tallys. O maestro da patativa lança Jorge Luiz pelo setor esquerdo, que recebe e levanta na área. Quem estava para tentar de peixinho era André Nunes, mas o atacante alvinegro perdeu o tempo da bola.

Após este lance da patativa, o Santa dominou os 15 minutos seguintes. Boa chegada com Willian Alves tentando de cabeça, aos 28. Everton Heleno chutando forte na rede pelo lado de fora, dois minutos depois, Léo experimentando também de fora da área, e Dênis Marques em cobrança de falta aos 33. E novamente o Santa. Em dois lances o tricolor rouba a bola no meio-campo da patativa, Dênis Marques é lançado para disputar na corrida com Rodrigão, mas o goleiro alvinegro sai melhor no lance e garante a redonda.

Apático em campo, e covarde como o técnico Ricardo Oliveira, o alvinegro só se lançou ao ataque aos 38 minutos, esse sendo o melhor lance do glorioso na segunda etapa. Tallys cruza na medida para André Nunes, que cabeceia com perigo e Tiago Cardoso manda para escanteio. Novamente Nunes aos 44, mas ao invés de entregar a bola para Andrezinho que ia avançar livre e sair de frente com Tiago Cardoso, o atacante alvinegro é fominha e chuta fraquinho sem direção ao gol.

Próximo ao fim do jogo o Santa teve outra chance de transformar em goleada. Tiago Costa passa como quer por Fernando Pires e Gustavo, entra dentro da área e chuta cruzado, levando perigo para Rodrigão. Fim de jogo, e Santa Cruz sem precisar fazer muito esforço 2, Central medroso 0.

Fonte: movimentoca.blogspot.com.br
Postar um comentário