segunda-feira, 17 de junho de 2013

Yane Marques conquista mais um grande resultado.

Para quem questionou o oitavo lugar na final da Copa do Mundo de pentatlo moderno 2013, disputada há pouco mais de duas semanas, na Rússia, Yane Marques mandou um lembrete. Não verbalmente, mas em forma de resultado. Neste fim de semana, a pernambucana, de 29 anos e medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, conquistou o título da Copa Kremlin, que ocorreu em Moscou e contou com a presença de outras quatro medalhistas olímpicas. A disputa reuniu 24 competidoras de 11 países.

Ao longo de todo o dia, Yane se manteve na liderança da competição até confirmar o ouro depois do evento combinado de tiro e corrida. Ao lado da bielorussa Tatsiana Yelizarova, a pernambucana teve um excelente desempenho na esgrima, vencendo 36 dos 46 duelos disputados, o que rendeu a ela 1.080 pontos. 

Na natação, Yane fez o 5º tempo (2min15s90), somando 1.172 pontos.
"Nadei para 2min15 que é o que tenho buscado para essa temporada", comentou a pentaleta, que desembarca na capital pernambucana hoje. 

No hipismo, Yane foi uma das 10 pentatletas que não cometeram nenhuma falta e levaram a pontuação máxima da prova (1.200). 

No combinado, Yane largou apenas três segundos a frente da segunda colocada da competição até então, a russa Olga Karmanchikova. Diferentemente da brasileira, a atleta local não conseguiu manter o ritmo e caiu para a 6ª colocação geral no final. O tempo de Yane na prova foi o 18º do dia (14min06s), lhe garantindo 1.816 pontos. A pernambucana resistiu à pressão de Laura Asadauskaite, que saiu da 6ª colocação no início do combinado para chegar em 2º no final da prova.

"Tinha montado bem, fazendo uma prova sem erros.Atirei muito bem e, para não dizer que tudo são flores, a corrida ficou a desejar. Ainda assim, levei o ouro. Fiquei um segundo na frente da Laura, medalhista de ouro em Londres. Ela (Laura) largou em oitavo e foi 'jantando' todo mundo até chegar em mim. Ufa! Foi por pouco. Mas me passar no finalzinho seria sacanagem. Deixo não. Só se eu caísse (risos!). Enfim, mais uma glória", relatou Yane, feliz da vida.

Fonte: Superesportes
Postar um comentário