sexta-feira, 21 de junho de 2013

Espanha 10 x 0 Taiti no Maracanã

 A Espanha não teve problemas para confirmar a goleada anunciada sobre oTaiti. Diante de um bom público no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, os atuais campeões mundiais não precisaram dos titulares para aplicar nada menos que 10 a 0 na "zebra" da Copa das Confederações, em um duelo de Davi e Golias praticamente sem precedentes em torneios deste nível.

Fernando Torres, com quatro gols, e David Villa, três, foram os destaques da equipe reserva da Espanha no jogo válido pela segunda rodada do Grupo B. Pelo Taiti, o goleiro Roche ganhou o apoio da torcida e até o consolo de alguns espanhóis em campo, após sofrer dez gols. Ele e todo o grupo de jogadores taitianos foram aplaudidos de pé pelos torcedores no Maracanã.

O elástico placar marcou a maior vitória da história da Copa das Confederações. O triunfo superou a goleada de 8 a 2 aplicada pela seleção brasileira na Arábia Saudita, na semifinal da edição de 1999, no México.

A segunda vitória no Grupo B ainda não garantiu a classificação espanhola para a semifinal. O time europeu precisa de um triunfo ou empate da Nigéria sobre o Uruguai, ainda nesta quinta, para garantir seu lugar na próxima fase. As quatro seleções da chave voltam a campo no domingo. Os espanhóis duelam contra os nigerianos em Fortaleza, enquanto que os uruguaios enfrentam os taitianos no Recife.

ESPANHA 10 x 0 TAITI

ESPANHA - Reina; Azpilicueta, Albiol, Ramos (Jesus Navas) e Monreal; Cazorla (Iniesta), Javi Martínez, David Silva, Juan Mata (Fábregas); Torres e David Villa. Técnico: Vicente Del Bosque.

TAITI - Roche; Ludivion, Vallar e Jonathan Tehau; Lemaire (Vero), Bourebare (Lorenzo Tehau), Caroine e Aitamai; Vahirua, Chong-Hue e Alvin Tehau (Teaonui Tehau). Técnico: Eddy Etaeta.

GOLS - Torres, aos 4 e aos 32, David Silva, aos 31, e David Villa, aos 38 minutos do primeiro tempo; David Villa, aos 3 e aos 18, Mata, aos 20, Torres, aos 11 e aos 32, e David Silva, aos 43 minutos do segundo tempo.
CARTÃO AMARELO - Cazorla (Espanha).
ÁRBITRO - Djamel Haimoudi (Fifa/Argélia).
PÚBLICO - 71.806 pagantes.
Postar um comentário