quinta-feira, 20 de março de 2014

SANTA CRUZ 1 X 2 SPORT - O Leão está na final do Nordestão 2014



Com mais uma demonstração de disciplina tática, o Sport somou sua terceira vitória em três Clássicos das Multidões em 2014, ao bater o Santa Cruz, por 2x1, nesta quarta-feira, no Arruda, pelas semifinais da Copa do Nordeste. Com a vitória, o Leão garantiu vaga na decisão do Regional, fase na qual terá o Ceará como adversário. Os gols rubro-negros foram marcados por Rithely e Patric. O resultado representa o triunfo de número 225 do time da Praça da Bandeira diante dos corais - 63 de vantagem sobre os rivais.

Da batida do centro até a metade do primeiro tempo, o equilíbrio deu a tônica da partida. Enquanto o Santa Cruz buscava os lances ofensivos, o Sport fazia o seu papel de neutralizar as investidas dos tricolores, desacelerando o ritmo da disputa. A partir dos 20 minutos, os ânimos começaram a esquentar. O zagueiro coral Everton Sena foi expulso ao tocar Neto Baiano com o cotovelo e, na sequência, acertar o rosto de Danilo com o pé. 

A partir da saída do defensor tricolor, o Leão cresceu em campo. Aos 31 minutos, Felipe Azevedo sofreu pênalti. A cobrança ficou por conta de Neto Baiano, que bateu na trave. O gol não saiu, mas evidenciou o panorama de superioridade rubro-negra. Em seguida, aos 40, o zagueiro coral Leandro Souza também foi expulso. Assim, o caminho ficou aberto para a ampliação do volume de jogo imposto pelo Leão. Aos 44, veio a consagração do empenho leonino: Renê cruzou para Rithely, que cabeceou na pequena área, direto para o fundo das redes.

No retorno dos vestiários, o Santa Cruz levou vantagem. Antes dos dois minutos, o atacante tricolor Leo Gamalho empatou o duelo. Mas, aos 10, após envolvente troca de passes, Patric soltou o pé de fora da área. A bola desviou na defesa coral e morreu no fundo das redes. Antes do apito final, Felipe Azevedo ainda foi expulso de maneira injusta. Mas a classificação à final do Nordestão terminou assegurada pelos leoninos.



Fonte: Sport Recife / Fernando Sposito 
Postar um comentário